NOSSO ACERVO

Confira os jogos que a FunBox oferece para a sua diversão!

OBS: Esta página está em beta. Continuaremos aprimorando-a para você procurar e conhecer da melhor forma todos os jogos da FunBox.


1 2 3 36
  • SixMaking

    Selo: verde - Autor(es): József Dorsonczky - Editora: Mind Fitness - Ano: 2013 - 2 jogadores(as) - Tempo de jogo: 25 m

  • XCom Boardgame

    Selo: verde - Autor(es): Eric M. Lang - Editora: Galápagos Jogos - Ano: 2014 - 1 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 90 m

    XCOM: Board Game é um jogo que proporciona uma experiência cooperativa em tempo real, na qual os jogadores controlam a frente de defesa da XCOM para repelir uma invasão alienígena. Cada jogador assume um cargo único na XCOM. A invasão é controlada por um aplicativo de software gratuito que pode ser usado online e na maioria dos dispositivos móveis. Os jogadores devem trabalhar em equipe, designando Interceptadores, enviando soldados em missões e pesquisando tecnologias avançadas a fim de impedir a invasão.

    O aspecto mais notável de XCOM: Board Game é a forma que o jogo se incorpora com o aplicativo gratuito na base de sua jogabilidade. O software é fácil de acessar, disponível tanto como uma ferramenta online quanto como um aplicativo para download.

    A cada partida, o aplicativo aumenta o suspense enquanto coordena a invasão alienígena assim como permite uma estrutura de turnos dinâmica, o que seria impossível sem sua incorporação.

  • RPG Quest

    Selo: verde - Autor(es): Marcelo Deldebbio - Editora: Daemon Editora - Ano: 2017 - 1 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 60 m

  • Blood Rage

    Selo: verde - Autor(es): - Editora: Galapagos Jogos - Ano: - jogadores(as) - Tempo de jogo:

  • Gangster de Retrocity

    Selo: azul - Autor(es): Ramses Sohn - Editora: RetroPunk Publicações - Ano: 2016 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 45 m

    Durante a Depressão, as ruas foram tomadas por criminosos poderosos que usavam o tráfico de bebidas alcoólicas e a violência para dominar os mais fracos.

    Havia apenas um grande Chefão em Retrocity. Dom Picololotto comandava com uma pesada mão de ferro todas as famílias… Mas Dom Picolotto foi envenenado e as famílias, antes unidas por um juramento, agora se rivalizam através das ruas da cidade em um combate pelo controle do crime organizado de Retrocity.

    O Gangster de Retrocity é um jogo competitivo para 2 a 4 jogadores onde cada um assume o papel de um chefe mafioso de uma das famílias que busca dominar o crime organizado de Retrocity.

    O jogo utiliza tabuleiros modulares, o que permite que a cidade tenha uma configuração diferente a cada nova partida, além de um baralho de 60 cartas dividido em três tipos: Ação, Equipamento e Construção. Todas as cartas possuem um efeito especial para auxiliar o jogador em sua busca pela vitória, porém, apenas cartas de Ação e Equipamento possuem valores que podem ser utilizadas em combate.

    A duração de uma partida é de 30 a 45 minutos e a medida que os jogadores acostumam-se com as regras, o jogo torna-se cada vez mais selvagem!

  • Black Stories

    Selo: branco - Autor(es): Holger Bösch - Editora: Galapagos Jogos - Ano: 2005 - 2 ou + jogadores(as) - Tempo de jogo: 15 a 20 m

    Elas estão ainda mais sombrias. Elas estão ainda mais mórbidas. Elas estão ainda mais complexas.

    Black Stories 2 – mais enigmas macabros, para uma diversão de arrepiar os pelos!
    Solucione o mistério! Com perguntas, adivinhações e análise meticulosa, o desenrolar dos eventos é reconstruído passo a passo – sozinho ou em conjunto.

    Não há esperanças. Black Stories vai te conquistar e estará sempre com você nas festas! Você está preparado para mais suspense e emoção? Sim? Então Black Stories 2 é exatamente o que você precisa!

  • Terraforming Mars

    Selo: - Autor(es): - Editora: - Ano: - jogadores(as) - Tempo de jogo:

  • Space Cantina

    Selo: verde - Autor(es): Warny Marçano, Fel Barros - Editora: Ace Studios - Ano: 2016 - 1 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 80 m

    Depois que a Federação Intergaláctica aprovou a construção do maior complexo comercial conhecido no Universo, dezenas de comerciantes espaciais decidiram abrir um negócio por perto, no Space Cantina. Você é um deles, tentando ganhar mais dinheiro com seu restaurante. Porém, a concorrência é enorme.

    Diariamente, várias criaturas espaciais passam pelo complexo e você precisa agradar os mais variados tipos: aliens, ciborgues e robôs. Seja contratando como assistente ou atendendo como cliente.

    Preparando comidas, bebidas e sobremesas e agradando a clientes que podem ser inclusive críticos gastronômicos, você tem a chance de levar seu restaurante a ser um dos negócios mais rentáveis do Universo!

    Space Cantina é um jogo de alocação de dados e gerenciamento de recursos, onde cada jogador administra seu restaurante, contratando garçons, promovendo para outras funções e atendendo os mais variados tipos de clientes! Quanto mais você agradar aliens, ciborgues e robôs, cada um deles vai oferecer um benefício diferente. Porém, cuidado para não atrasar muito no atendimento ou deixar de atrair clientes mais rentáveis para você!

  • Clue

    Selo: azul - Autor(es): Anthony Pratt - Editora: Hasbro - Ano: - 3 a 8 jogadores(as) - Tempo de jogo: 45 m

  • Isle of Skie

    Selo: verde - Autor(es): Alexander Pfister e Andreas Pelikan - Editora: Paper Games - Ano: 2017 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 60 min

    Ilha de Skye, Escócia. Praias de areia macia, suaves colinas e impressionantes cadeias montanhosas: a paisagem marcante fascina a todos.
    Séculos atrás, entretanto, a situação não era tão pacífica: 5 clãs competiam pelo domínio da Ilha, cada um tentando tirar as melhores extensões de terra do outro e vendendo as indesejadas pelo maior valor possível.

    Neste jogo, que mistura as mecânicas de colocação de peças, leilão e coleção de componentes, seu objetivo é tornar-se rei da ilha, através da compra, venda e posicionamento das peças de paisagem, visando obter a maior pontuação possível. Cada partida é sempre única, graças ao inteligente mecanismo de pontuação, às disputas pelas melhores peças e à forma como cada uma será posicionada em seu território.

    No final, o jogador com o melhor reino e a maior pontuação – e não o jogador mais rico – torna-se o soberano. Será que seu território fará de você rei da ilha?

  • Por favor não corte minha cabeça

    Selo: Branco - Autor(es): Gustavo Lopes - Editora: Geeks n Orcs - Ano: 2016 - 3 a 6 jogadores(as) - Tempo de jogo: 20 m

    São férias de verão. Jaime é o monitor do acampamento onde 5 cinco adolescentes escolheram passar as férias. Zeca, Frederico, Bocão, Tati e Serena parecem não ter muito em comum, mas de alguma forma se encaixam. Cada um ao seu estilo e em suas atividades favoritas, curte o tempo com os amigos.
    Na primeira noite de acampamento, Jaime já havia contado para todos que ali, naquele acampamento, existia uma velha lenda sobre um cruel assassino que escalpelava suas vítimas sem dó nem piedade. Escalpo era seu nome e ninguém sabe de onde ele veio e nem porque ele matava. Há 40 anos não se tem registro de nenhuma morte no local, mas a história dá conta de que Escalpo continua por ali, talvez sem a motivação necessária para sair de sua toca.
    Ao cair da noite do segundo dia de acampamento, eventos sinistros começam a acontecer e, de repente, os jovens se encontram em cenas de um filme de terror. Em “Por favor, não corte minha cabeça!”, os jogadores assumem o controle dos 5 adolescentes e de Jaime, tentando a todo custo escapar de Escalpo. Além disso, durante uma rodada, cada um dos jogadores assumirá o controle de Escalpo, tentando capturar o maior número de vítimas. Ao final da partida, quem tiver juntado mais pontos, fugindo ou escalpelando, é o vencedor.

  • The Little Prince – Make me a planet!

    Selo: azul - Autor(es): Antoine Bauza e Bruno Cathala - Editora: Ludonaute - Ano: 2013 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 25 m

    No need to introduce the mysterious little boy who asks the aviator:

    “If you please, draw me a sheep!”

    In the style of the novella, the game goes to meet the Little Prince who asks you now:

    “If you please, make me a planet!”

    Each player tries to make the most beautiful planet to welcome foxes , sheeps, elephants and roses.

    Meet again the Little Prince’s dear ones as well as the characters he met during his journey.

  • Port Royal

    Selo: azul - Autor(es): Alexander Pfister - Editora: Paper Games - Ano: 2017 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 40

    Jamaica, Mar do Caribe. No porto de Port Royal a vida é agitada e os negócios prosperam!

    Em Port Royal, assuma o papel de um comerciante tentando fechar o negócio de sua vida! Mas se você arriscar muito e fizer escolhas erradas, pode voltar para a casa de mãos vazias!

    Não se esqueça de reinvestir seu lucro, para ganhar os favores dos Governadores e Almirantes e contratar pessoas para aumentar suas possibilidades. Amplie sua influência e você irá liderar expedições de maior prestígio.

    Suas chances aumentam com cada carta revelada, mas também aumentam seus riscos. O jogador que conseguir atingir pelo menos doze pontos de influência, vencerá a partida!

  • Anime Saga

    Selo: azul - Autor(es): Michael Alves - Editora: Arcano Games - Ano: 2016 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 60 min

    Anime Saga é um jogo de entrada no hobby, leve mas com opções estratégicas interessantes, que busca ser divertido tanto para jogadores mais experientes no mundo dos Board Games, quanto jogadores que estejam começando a se aventurar pelos jogos de cartas e tabuleiro.

    Em Anime Saga, cada jogador irá representar um Herói, com características e habilidades únicas, que fazem parte de um grupo de aventureiros de um cenário de Fantasia Medieval com a perspectiva dos Animes, que estão enfrentando desafios e inimigos para vencer um dos grandes Senhores das Trevas que assolam o mundo.

    Porém apesar de todos os Heróis serem aliados na jornada contra o mal, todos eles querem ser tornar o protagonista dessa história, e somente um será lembrado como o Grande Herói que salvou o mundo.

    Os jogadores irão utilizar cartas com atributos: Força, Agilidade, Inteligencia e Poder, para vencer desafios e enfrentar Inimigos, até que encontrem o Senhor das Trevas e o derrotem, o que encerra a partida.

    Enquanto isso os jogadores terão oportunidade de treinar novas habilidades de seus personagens, e acumular Fama. O jogador com a maior Fama no final do jogo vence a partida.

  • Battle Sheep

    Selo: verde - Autor(es): Francesco Rotta - Editora: Blue Orange - Ano: 2014 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 15 m

    Em Battle Sheep os jogadores começam o jogo com a construção do tabuleiro de quatro hexagonais idênticas, onde cada jogador coloca seu / sua pilha alta de discos em uma das bordas do hexágono. Os jogadores se revezam na remoção de um determinado número de discos a partir do topo de uma das suas pilhas, movendo-os para uma nova pilha de discos tão longe quanto eles podem ir em uma linha reta. Os jogadores devem deixar pelo menos um disco para trás quando em movimento, de modo que o tabuleiro gradualmente se encha e as oportunidades de movimento tornam-se cada vez mais escassas. O jogador que ocupar a maioria dos espaços no final do jogo ganha!

  • Labyrinth O Jogo de Tabuleiro

    Selo: azul - Autor(es): Alessio Cavatore - Editora: Meeple BR - Ano: 2016 - 1 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 30 min

    O tabuleiro é muito simples, bem ilustrado e tem como base o labirinto visto no filme. Este é o labirinto que os jogadores devem percorrer para salvar o irmãozinho de Sarah. Cada jogo é diferente com os espaços em branco das cartas que estarão sendo preenchidos com os encontros mágicos e os monstros que são descritos no baralho de cartas que vem com o jogo, isto asseguram muita "rejogabilidade" e deixa o mesmo imprevisível, dando ao jogo a verdadeira sensação do "labirinto".

    O jogo consiste em dois estágios distintos, um em que o grupo deve aventurar-se através do labirinto e tentar encontrar a cidade dos goblins ao manter sua força de vontade tão alta como possível, E uma segunda fase em que o os jogadores devem lutar através do castelo de Jareth onde Sarah deve dizer as palavras mágicas que libertarão seu irmão.

  • Star Trek Deck Building Game

    Selo: verde - Autor(es): Alex Bykov - Editora: Bandai - Ano: 2011 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 60 m

  • Scythe

    Selo: verde - Autor(es): Jamey Stegmayer - Editora: Fire on Board - Ano: 2016 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 115 m

    Em Scythe, os jogadores trabalham como indivíduos (ou pares, utilizando um novo mecanismo de comunicação, ampliando o jogo até 10 jogadores) para levar seu país à vitória conquistando o território, recrutando novos moradores e tropas (cada um com um único nome, história e habilidades - estes não são genéricos, soldados sem rosto), colhendo recursos (que permanecem no mapa, chamando a atenção dos oponentes para determinadas áreas onde os jogadores estocam estes recursos), e construindo máquinas monstruosas. Scythe usa um mecanismo de ação simultânea de seleção dirigido por cartas para manter o jogo em movimento e em ritmo acelerado, com os jogadores, em seguida, se revezando individualmente para realizar essas ações no mapa.

    Scythe não tem eliminação de jogador, onde cada país é completamente assimétrico.

  • Scythe

    Selo: verde - Autor(es): Jamey Stegmayer - Editora: Fire on Board - Ano: 2016 - 2 a 5 jogadores(as) - Tempo de jogo: 90 m

    Scythe é um jogo de alocação de trabalhadores, administração de recursos e controle de territórios. O jogo se passa no ano de 1920 no extremo leste da Europa, porém em uma história alternativa à história real. É um tempo de agricultura e guerra, corações quebrados e engrenagens enferrujadas, inovação e coragem. Em Scythe cada jogador representa um personagem das 5 facções (Nórdicos, Saxônicos, Poloneses, Criméios e os Rusviéticos) do Leste Europeu que estão tentando fazer fortuna, e reivindicar terras ao redor da misteriosa "Fábrica" (Cidade-Estado que criou os Mechas e alimentou a guerra com tecnologia avançada). Os Jogadores conquistam territórios, recrutam novos trabalhadores, produzem recursos, cativam aldeões locais, constroem estruturas e ativam seus poderosos Mechas.

    Cada jogador começa o jogo com recursos diferentes (poder, moedas, força de combate, recursos e popularidade), um local de partida diferente e objetivos diferentes. As posições iniciais são especialmente escolhidas para garantir o equilibrio das partidas, e para otimizar as habilidades especiais de cada facção e a natureza assimétrica do jogo (cada facção começa sempre no mesmo lugar, mas os recursos e todo o resto sempre muda, garantindo uma singularidade única nas partidas.

    Scythe permite os jogadores um controle quase total de seu destino. Diferente dos cartões de objetivo, os únicos elementos em que a sorte é importante são as cartas de encontro, que eventualmente irão aparecer mediante a confrontos entre os jogadores e cidadãos em terras não exploradas. Cada carta de encontro permite algumas escolhas dos jogadores que podem minimizar a aleatoriedade. O combate também é frio e calculista, sem sorte ou aleatoriedade.

    Scythe usa um mecanismo de ações simplificado (sem rodadas ou turnos) para manter a jogabilidade fluída e em ritmo acelerado, isso reduz o tempo de espera entre os turnos. Embora haja possibilidade de conflitos, não há eliminação de jogadores.

    Os jogadores podem atualizar suas ações para se tornarem mais eficientes, construir estruturas para garantir posições estratégicas, recrutar novos soldados para aprimorar as habilidades dos personagens, ativar Mechas para garantir a hegemonia territorial e também para expandir as suas fronteiras para produzir e colher tipos e quantidades maiores de recursos. Isso também aumenta a singularidade das partidas, pois o processo evolutivo cria um senso de conquista e progresso ao longo do jogo, mesmo quando se joga com a mesma facção várias vezes.

  • Chopstick Dexterity Mega Challenge 3000

    Selo: verde - Autor(es): Greg Law - Editora: Mayday Games - Ano: 2006 - 2 a 3 jogadores(as) - Tempo de jogo: 15

    Chopstick Dexterity MegaChallenge 3000 é um jogo simples, mas frenético de destreza em que o objetivo é recolher o maior número de fichas usando pauzinhos para pegar o objeto mostrado no token. O tema é apresentado como um game show de TV que destina-se a promover o uso de pauzinhos entre os jovens japoneses. Para configurar, coloca-se 25 objetos - que vem em cinco cores e cinco formas - em uma tigela de plástico. Embaralha-se as fichas com face para baixo, em seguida, pega-se uma e revela-a. Usando apenas os pauzinhos, os jogadores tentam agarrar formas ou cores de madeira específicas de uma tigela grande para seu prato pessoal. Quem agarrar a maioria dos objetos ganha o token. Após cada rodada, o token é dado ao ganhador e os objetos devolvidos para a tigela para iniciar a próxima rodada. O jogo continua até que um determinado número de tokens são ganhos. Na versão solo, é dado ao jogador 75 segundos para remover as peças do recipiente com os seus pauzinhos.

  • Aquarium

    Selo: azul - Autor(es): Marcos Macri - Editora: MS Jogos - Ano: 2015 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 60

    Aquarium é uma cidade submarina representada no tabuleiro por doze colônias divididas em três níveis de profundidade. A ação do jogo acontece no final do século XXI. A partida dura três etapas com cinco rodadas em cada etapa. O objetivo principal de cada jogador é construir vários elementos dentro da cidade para marcar mais pontos.

    Em seu turno um jogador pode mover o seu submarino gastando unidades de urânio e logo após ele deve interceptar um personagem e fazer uma ação. Há cinco personagens no jogo: Comandante - permite abastecer o submarino com novos tripulantes e permite também a entrada de habitantes na cidade. Engenheiro - constrói elementos dentro das colônias. Cientista Alien - oferece cartas de tecnologia. Controlador - abastece os submarinos e as colônias com oxigênio. Investidor - oferece dinheiro aos jogadores.

    Além disso, Aquarium possui duas mini expansões inclusas no jogo base: 1 - Cartas especiais de personagens. 2 - Sabotador, que permite aos jogadores atrapalhar os planos de seus adversários interrompendo o fluxo de oxigênio em certas colônias do tabuleiro e causando penalidades inesperadas!

  • Fields of Green

    Selo: verde - Autor(es): Vangelis Bagiartakis - Editora: Flick - Ano: 2017 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 45 m

    Fields of Green é jogado em 4 rodadas (anos) durante os quais os jogadores comprarão cartas e as adicionarão às suas fazendas. Com o fim de cada ano vem a temporada de colheita onde eles terão que irrigar seus campos, alimentar seu gado e pagar os custos de manutenção para receber recursos valiosos que permitirão futuras expansões nos anos seguintes.

    Através de vários meios, os jogadores eventualmente irão converter sua riqueza em pontos de vitória e o jogador que conseguir acumular mais ao final do jogo será o vencedor.

  • Minecraft Card Game?

    Selo: azul - Autor(es): - Editora: Mojang - Ano: 2015 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo:

    Jogadores "mineram" Cartas de Recurso de Madeira, Pedra, Ferro, Diamante ou Ouro, e usam estas cartas para "fabricar" Cartas de Fabricação por pontos. Se você quer uma determinada Carta de Fabricação, mas não pode pagar por ela, você pode Reservá-la no seu holder de Cartas para fabricá-la depois. Cartas de Fabricação podem se tornar Ferramentas com poderes especiais que você pode usar a seu favor para controlar o jogo - mas tome cuidado! Cartas de TNT e de Creeper estão escondidas no baralho e podem ser um problema inesperado.

    Vence o primeiro jogador a atingir a meta de pontos.

  • Wrong Chemistry

    Selo: azul - Autor(es): Tony Cimino - Editora: Meeple BR - Ano: 2016 - 2 a 4 jogadores(as) - Tempo de jogo: 25

    Em rodadas alternadas, os jogadores tentam alterar as peças do tabuleiro, de tal modo que fiquem da mesma forma representada pelas cartas em suas mãos. As cartas representam os novos elementos que os jogadores descobriram. O jogo termina quando um jogador não pode mais comprar cartas. O vencedor é o jogador com mais pontos ou, em caso de empate, aquele que descobriu mais elementos que estão ao lado do outro na Tabela Periódica dos elementos.

1 2 3 36